Anônimo

VYDA de Sancta Maria egiciaca e do sancto homem Zozimas.

Image-empty-state.png

1917

Referência completa

VYDA de Sancta Maria egiciaca e do sancto homem Zozimas. In: In: NUNES, José Joaquim Textos antigos portugueses (VII), Revista Lusitana, vol. 20, n. 1-4, pp. 184-203, 1917. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1917.

Trata-se de um texto hagiográfico que narra o encontro entre o monge Zózima, modelo de santidade, e Maria Egipcíaca, uma mulher de vida devassa. Através desse encontro o monge consegue convencer Maria a renegar sua vida profana por meio de uma história de outra mulher que possuía uma vida desmedida tal como a sua, mas que se converteu e adotou a vida reclusa. A primeira tradução do latim para o português se encontra em uma compilação de vidas de santos que ficou conhecida por Colecção Mystica de Fr. Hylario da Lourinhãa, Monge Cisterciense de Alcobaça, o qual transcreveo o seguinte no idioma Portuguez, manuscrito do século XV. Sua primeira edição impressa é possivelmente a contida no Flos Santorum de 1513.