NAVARRO, José Gregório de Moraes.

Sobre o autor

Pouco conseguimos apurar sobre o mineiro José Gregório de Morais Navarro; sabe-se que era formado em leis pela universidade de Coimbra e que exerceu o cargo de juiz de fora em Paracatu (Minas Gerais), onde também foi fazendeiro.

Obra(s)

Discurso sobre o melhoramento da economia rustica do Brazil, pela introdução do arado, reforma das fornalhas, e conservação de suas mattas, &c. Offerecida a sua Alteza Real o Principe do Brazil nosso senhor por José Gregorio de Moraes Navarro, Bacharel formado em Direito Civil, e Juiz de fora, e creador da nova Villa de Paracatú do Principe, por S. Magestade, &c. Publicado por Fr. José Marianno da Conceição Velloso Jubet amor patriae, natura juvat, sub numine crescit. Lisboa. M. DCC. XCIX. Na Of. De Simão Thadeo Ferreira.

Menções ao negro e ao escravo

Aí temos já as grandes povoações cercadas de grandes fazendas para lhes fornecer os gêneros da primeira necessidade por menor preço; ai temos lavradores com 40 escravos, e algumas juntas de bois fazendo o mesmo serviço e conveniência que outros, sem o uso do arado com quatrocentos escravos. (p. 14)

Lavradores com 10 escravos e algumas juntas de bois, fazendo o mesmo serviço e conveniência que outros, sem o uso do arado, com quatrocentos escravos. Aí temos os escravos mais contentes, mais sadios, mais duráveis, porque o trabalho é muito mais suave. Aí temos finalmente a terra prodigalizando outra vez as suas riquezas. (pp. 14-15)

Páginas

14, 15.