LIMA, João de Brito. 1671-1747.

Sobre o autor

João de Brito Lima nasceu na cidade da Bahia, a 22 de outubro de 1671, e morreu na mesma cidade, em 1747. Estudou humanidades com os jesuítas e foi capitão de infantaria na Bahia, três vezes vereador do senado da câmara e um dos fundadores da Academia Brasilica dos Esquecidos.

Obra(s)

Applausos Natalicios com que a cidade da Bahia celebrou a noticia do Felice primogênito do excellentissimo senhor Dom Antonio de Noronha, Conde de Villa Cerde, do Conselho de Sua Nag. & seu Mestre de Campo General, & Governador das Armas da Provincia de Entre Douro, & Minho, Netto do excellentissimo senhor D. Pedro Antonio de Noronha, Conde, e senhor de Villa-verde, Marquez de Angeja, ViceRey, & Capitão Geral do Estado da India, Mestre de Campo General dos Exercitos de S. Mag. General da Cavallaria da Provincia de Alem-Tejo, & Governador das Armas da mesma Provincia Vedor da Fazenda da repartição do Reyno, & dos Conselhos de Estado, & Guerra do mesmo Senhor; Vice Rey, & Capitão General de Mar, & Terra, & Estados do Brasil; Senhor das Villas de Angeja, Pinheyro, & Bemposta Comendador das Comendas de Santo André de Alzejur da Ordem de Santiago, & da de S. Salvador de Boisos, S. Salvador da Ribeyra de Pena, Santa Maria de Alvarega, S. Pedro de Cayde, & Santiago de Pennamacor, da Ordem de Christo. Autor o Capitão Joam de Brito, e Lima. Lisboa Occidental: Na Officina de Miguel Manescal, Impressor do Santo Officio, & da Serenissima Casa de Bragança,1718.

Menções ao negro e ao escravo

De fogo leva garrochões a pares,
Em tanta cópia o bruto truculento,
Que a sentir tanto fogo o de Fallares,
De Perillo maior fora o tormento.
O negro bruto envolto em tais pesares,
Bramindo desafoga o sentimento,
Porém no temor frio mostrou logo
Mais alentos de neve, que de fogo. (p. 144)

Páginas

144.