GAMA, José Basílio da. 1741-1795.

Sobre o autor

O poeta José Basílio da Gama nasceu em São José do Rio das Mortes, atual Tiradentes, em 1741, e morreu na cidade de Lisboa, em 1795. Gama entrou para o colégio dos jesuítas do Rio de Janeiro em 1757, todavia, com a expulsão dos inacianos dos domínios portugueses, seguiu para Roma, onde concluiu seus estudos e vinculou-se à importante Arcádia Romana. Retornou ao Brasil em 1768, por um breve período, mas construiu a sua vida em Lisboa, a maior parte dela sob proteção do marquês Pombal.

Obra(s)

O Uraguay poema de José Basilio da Gama na arcadia de Roma Termindo Sipilio dedicado ao ILL.mo e EXC.mo Senhor Francisco Xavier de Mendonça Furtado Secretario de Estado de S. Magestade Fidelissima. Lisboa: Na Regia Officina Typografica, 1769.

Menções ao negro e ao escravo

Os padres hoje como no primeiro dia sentem perder, e os índios vivem a estes em uma obediência tão cega, que ao presente em este povo estou vendo mandar o padre cura aos índios que se lancem por terra, e sem mais prisão que o respeito levam vinte e cinco açoites, e levantando-se vão dar-lhe as graças e beijar-lhe a mão. Estas pobríssimas famílias vivem na mais rígida obediência, e em maior escravidão, que os negros dos mineiros. (pp. 25-26)

Páginas

25, 26.